Famílias Arco-íris?

quem são as famílias arco-íris? Testemunhos e realidades.

o saber não ocupa lugar

estudos sobre parentalidades, nova investigação científica, posições oficiais de ordens profissionais, etc

Recursos

Dicas, ideias e conselhos para mães & pais, para aspirantes a mães & pais, e para outr@s educador@s

notícias

Novidades sobre a vida de famílias arco-íris, em Portugal e no mundo.

agenda

Atividades e encontros, dentro e fora de Portugal

Home » Famílias Arco-íris?

Três esses, muito amor.

Submitted by on Tuesday, 18 February 2014One Comment
2013 Out Parque Cascais (5)Somos uma família feliz de duas mães e um filho muito desejado. Para nós, o nosso filho é maravilhoso, gosta de brincar, acorda bem disposto e a distribuir beijinhos! Ele é a alegria da nossa família e dos avós, põem-nos todos a sorrir!
Assim que nós duas nos tornamos um casal, falamos do quanto queríamos constituir família, sermos mães mas tínhamos duvidas e receios. É difícil lidar com os preconceitos de algumas pessoas e não queríamos que a nossa criança fosse mal tratado por ser duma família diferente. E isso ainda é uma preocupação hoje!
Na altura consultamos vários estudos académicos sobre famílias arco-íris e concluímos que uma mãe lésbica é uma mãe capaz e que uma família de mães é uma família amorosa. Estes estudos académicos ajudaram na nossa decisão mas todos os dias há desafios. Por exemplo não temos os mesmos direitos parentais que casais heterossexuais, quando o bebe nasceu a minha mulher teve de pedir férias em vez deu usar a licença de paternidade, e isto é apenas umas da várias discriminações que existem na lei portuguesa. O nosso filho é apenas herdeiro natural de uma de nós, e como no cartão do cidadão só é filho de uma mãe, se essa mãe morrer, a outra mãe não tem qualquer direito de cuidar do filho.  Gostavamos de adotar uma criança abandonada e lei não o permite!
Nós não escolhemos ser diferentes, porque ninguém escolhe ser mal tratado de propósito pelos preconceituosos ou pela lei portuguesa. Tal como uma pessoa não escolhe ser obesa para que lhe chamem gordo! Somos como somos.
Apesar dos desafios tudo se torna mais fácil quando o nosso filho faz beicinho e diz: “gosto de ti mãe …gosto de ti mãmã…muito!” E nós gostamos de ti filho…muito!
S., S. e S.

uma ideia »

  • Liliana Fernandes acha:

    Bom dia 🙂 Muito obrigada por este testemunho maravilhoso 🙂 Usá-lo-ei na minha página, uma vez que lancei recentemente um livro infantil sobre a adoção homoparental chamado “Amor de Mãe Não Tem Número” 🙂

    A minha página é: http://www.facebook.com/lilianafernandesoficial

    Adorava poder entrar em contacto convosco 🙂 Se puderem e estiverem interessadas entrem em contacto comigo pela página 🙂

    Obrigada, beijinhos e muita felicidade para vós 🙂

Partilha as tuas impressões!

Escreve o teu comentário. Podes fazer trackback do teu site ou subscrever atualizações dos comentários subscribe to these comments via RSS.

Partilha todas as boas ideias. E enterra as outras :)

Podes usar as seguintes tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blog aceita Gravatar. Arranja um aqui!.