Famílias Arco-íris?

quem são as famílias arco-íris? Testemunhos e realidades.

o saber não ocupa lugar

estudos sobre parentalidades, nova investigação científica, posições oficiais de ordens profissionais, etc

Recursos

Dicas, ideias e conselhos para mães & pais, para aspirantes a mães & pais, e para outr@s educador@s

notícias

Novidades sobre a vida de famílias arco-íris, em Portugal e no mundo.

agenda

Atividades e encontros, dentro e fora de Portugal

Home » agenda

Petição “Legislação e Parentalidade por Casais do Mesmo Sexo em Portugal”

Submitted by on Monday, 9 January 2012No Comment


Para:
 Exmo. Sr. Primeiro-Ministro de Portugal e Exmo(a)s. Senhore(a)s Deputado(a)s da Assembleia da Republica

Dinamizado por: rede ex aequo – associacao de jovens lesbicas, gays, bissexuais, transgeneros e simpatizantes

A Assembleia da Republica ira discutir e aprovar no proximo dia 19 de Janeiro de 2012 uma serie de propostas que afetam diretamente os direitos parentais e o acesso a procriacao e a adocao por casais do mesmo sexo.

Apelamos a leitura detalhada desta peticao que preparamos para o Exmo. Sr. Primeiro-Ministro de Portugal e para os Exmo(a)s. Senhore(a)s Deputado(a)s da Assembleia da Republica e a sua subscricao (assim como, por quem o deseje, o envio personalizado do apelo por email aos grupos parlamentares e deputado/as).

Falamos da vida de pessoas, adultos e criancas, que existem e que necessitam de protecao para uma melhor qualidade de vida, uma vez que a lei atualmente e discriminatoria e em vez de proteger quem precisa, muito pelo contrario, prejudica o seu bem-estar e felicidade. Urge, por esse motivo, que as propostas do Bloco de Esquerda e da Juventude Socialista sejam aprovadas.

Quando falamos de casais do mesmo sexo, falamos de pessoas que, ao contrario do que o preconceito diz e ao contrario do que a invisibilidade da orientacao afetivo-sexual permite muitas pessoas conjeturar, sao como qualquer cidada ou cidadao portugueses. Ou seja, sao da mesma diversidade de capacidades e de caracter que os demais. Sao pessoas que merecem igualdade de tratamento, nomeadamente da parte do Estado. As suas filhas e os seus filhos merecem tambem encontrar salvaguardada a sua estrutura familiar. Do mesmo modo, tantas criancas por adoptar merecem que se alargue as suas oportunidades de uma vida melhor.

Como afirmou em entrevista a Antena 1, o senhor juiz desembargador Eurico Reis, Presidente do Conselho Nacional de Procriacao Medicamente Assistida, a titulo pessoal, referindo-se ao atual impedimento de pessoas solteiras e casais do mesmo sexo recorrerem as tecnicas de procriacao medicamente assistida em Portugal: “Sera que nos temos o direito de usar os instrumentos repressivos do Estado para veicular, enfim, preconceitos?”.

Leia e assine a petição aqui.

Partilha as tuas impressões!

Escreve o teu comentário. Podes fazer trackback do teu site ou subscrever atualizações dos comentários subscribe to these comments via RSS.

Partilha todas as boas ideias. E enterra as outras :)

Podes usar as seguintes tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blog aceita Gravatar. Arranja um aqui!.