Famílias Arco-íris?

quem são as famílias arco-íris? Testemunhos e realidades.

o saber não ocupa lugar

estudos sobre parentalidades, nova investigação científica, posições oficiais de ordens profissionais, etc

Recursos

Dicas, ideias e conselhos para mães & pais, para aspirantes a mães & pais, e para outr@s educador@s

notícias

Novidades sobre a vida de famílias arco-íris, em Portugal e no mundo.

agenda

Atividades e encontros, dentro e fora de Portugal

Home » notícias

Passos garante que não influenciou deputados sobre referendo à coadoção

Submitted by on Saturday, 18 January 2014No Comment
ppcPedro Passos Coelho diz que é o Parlamento que tem de decidir sobre a realização do referendo à coadopção. O primeiro-ministro garante que não influenciou a proposta para uma consulta popular. Apesar disso, esta manhã, em Bragança, o chefe do governo disse que há vantagens em alargar o debate à sociedade.

 “De facto não, mas respeito muito a decisão que os deputados tomaram nessa matéria”, declarou aos jornalistas, em Bragança, à margem de sessão de esclarecimento sobre a sua recandidatura a presidente da comissão política nacional do PSD.

O também primeiro-ministro comentava a notícia divulgada hoje pelo jornal Expresso que dá conta de que Pedro Passos Coelho terá dado indicações sobre esta matéria. O líder do PSD explicou que “essa questão foi discutida na Comissão Política Nacional, que entendeu que não devia olhar essa iniciativa com hostilidade”.

Passos Coelho lembrou que o partido “não tem uma posição definida, nem sobre a coadoção, nem sobre a adoção de crianças por parte de casais homossexuais”, nem o assunto consta do programa eleitoral por o PSD entender que é uma matéria de “consciência”. “Por essa razão, deu total liberdade de voto ao grupo parlamentar e, portando não deu qualquer indicação nessa matéria”, afirmou.

O presidente do PSD disse esperar que as vozes discordantes do referendo “respeitem” a decisão do Parlamento, que aprovou a iniciativa com os votos a favor do grupo parlamentar do PSD, e que “não confundam a convicção que cada um tem sobre a matéria com um princípio também muito respeitável que é o de num quadro de democracia participativa fazer um debate alargado na sociedade portuguesa e possibilitar que as pessoas livremente exponham o seu pensamento e indiquem a sua decisão”.

in RTP, 18 janeiro

Partilha as tuas impressões!

Escreve o teu comentário. Podes fazer trackback do teu site ou subscrever atualizações dos comentários subscribe to these comments via RSS.

Partilha todas as boas ideias. E enterra as outras :)

Podes usar as seguintes tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blog aceita Gravatar. Arranja um aqui!.