Famílias Arco-íris?

quem são as famílias arco-íris? Testemunhos e realidades.

o saber não ocupa lugar

estudos sobre parentalidades, nova investigação científica, posições oficiais de ordens profissionais, etc

Recursos

Dicas, ideias e conselhos para mães & pais, para aspirantes a mães & pais, e para outr@s educador@s

notícias

Novidades sobre a vida de famílias arco-íris, em Portugal e no mundo.

agenda

Atividades e encontros, dentro e fora de Portugal

Home » estudos

Desconstruindo preconceitos sobre a homoparentalidade

Submitted by on Wednesday, 2 February 20112 Comments

AUTOR@S
Jorge Carvalho Gato | Anne Marie Fontaine

RESUMO
Não obstante a investigação não ter evidenciado diferenças significativas ao nível do desenvolvimento psicológico das crianças provenientes de famílias homoparentais versus famílias heteroparentais, subsistem percepções sobre os efeitos negativos da homoparentalidade. Derivando de uma visão heteronormativa da família, estas percepções poderão constituir um factor de stresse para as famílias homoparentais, ganhando contornos particularmente graves se forem evidenciadas pelos profissionais da rede psicossocial que atendem às suas necessidades. Neste trabalho, efectua-se uma revisão da investigação psicológica sobre o desenvolvimento psicológico de crianças educadas em contexto homoparental, maioritariamente em famílias encabeçadas por lésbicas. Os resultados destes estudos são confrontados com as atitudes de estudantes e profissionais de diversas áreas psicossociais no que diz respeito à homoparentalidade, particularmente com os dados de um estudo português em curso. Finalmente, são delineadas algumas implicações em termos da formação dos agentes psicossociais.

CONCLUSÃO
Criar uma sociedade mais justa e tolerante, com implicações para a segurança de qualquer criança, é um desafio social e educativo. Esperamos que os resultados deste estudo possam constituir material de reflexão para os responsáveis pela formação nos cursos que preparam pessoas que lidarão com pessoas no contexto psicossocial, no sentindo de se proceder aos necessários ajustamentos, quer em termos da informação científica que é veiculada sobre a homoparentalidade, quer da consciencialização dos futuros profissionais de áreas psicossociais sobre a sua responsabilidade na eliminação do preconceito.

in LES online, Vol. 2, No 2 (2010)
Pode também ler a versão integral deste documento aqui.

2 ideias »

  • magda acha:

    olá a todos, antes de mais, obrigada por existirem.
    li o texto ”
    Desconstruindo preconceitos sobre a homoparentalidade” e é mesmo sobre isso que tenho duvidas… como não consigo mudar a sociedade em que vivo, a minha preocupação maior está em aprender como preparar o meu filho (que tem 8 anos) para se saber defender dos colegas da escola, visto que eu vivo uma relação homo à 4 anos. quanto a ele, estou tranquila, pois já conversei sobre esse assunto e ele entendeu e não tem vergonha nem nada, age com normalidade.quanto aos colegas de escola, resta-me prepará-lo… mas como? e quando? por enquanto, parece-me tudo normal, mas quando mudar de escola…

  • Famílias Arco-íris (author) acha:

    Olá Magda,
    achamos que ainda estará para nascer a mãe ou o pai que, sendo responsável no exercício da sua parentalidade, não tema pelo futuro dos seus flhos ou filhas, e não queira protege-los/as das más experiencias.
    Mas a sua preocupação é por si um bom sinal. Estará certamente atenta, saberá obviamente acompanhar o dia a dia do seu filho, ir falando com ele, ir explicando e dando sempre muita segurança e confiança. Ele aprenderá a gerir a informação – cada criança lida com a sua família à sua maneira e isto é obviamente válido para todas as famílias. E o seu filho não será exceção.

    De qualquer modo estamos a planear a médio prazo atividades em que pais e mães possam trocar experiência, dicas e opiniões. Mantenha-se atenta 🙂

Partilha as tuas impressões!

Escreve o teu comentário. Podes fazer trackback do teu site ou subscrever atualizações dos comentários subscribe to these comments via RSS.

Partilha todas as boas ideias. E enterra as outras :)

Podes usar as seguintes tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blog aceita Gravatar. Arranja um aqui!.